24 maio 2010

Dedo de Deus – Espírito Santo/Brasil

“Eis aqui um lugar junto a mim; e tu estarás sobre a penha. Quando eu passar a minha glória, eu te porei na penha e com a minha mão te cobrirei, até que eu tenha passado com a minha bondade.” (Êxodo 33.20-21) O povo de Deus nos dias de Moisés era muito instável. Ao mesmo tempo em que Deus lhes concedia vitórias tremendas, como atravessar o Mar Vermelho a pés enxutos, eles eram capazes de pela demora de Moisés, curvarem-se diante de um bezerro de ouro e chama-lo de o deus de Israel. Conduzir um povo caracterizado por ser murmurador, rixoso, impaciente, propenso ao retrocesso diante das aflições, iria requerer de Moisés uma experiência intensa com Deus e um ouvido apurado para boas orientações. - A Boa Orientação: Uma boa orientação dada a Moisés, veio de seu sogro Jetro. O povo era numeroso, o trabalho intenso e desgastante, as cobranças eram ininterruptas e Moisés desfaleceria diante de tamanho desafio. Jetro o orientou, com sabedoria divina, que o trabalho fosse dividido, as responsabilidades compartilhadas e o poder delegado, para que na mútua cooperação, o povo seguisse célere na caminhada. Sábio conselho. Mas, sábia também, foi a decisão de Moisés em acatá-lo. Nem sempre boas orientações recebem o tratamento adequado. Muitas vezes, por falta de humildade em perceber que Deus levanta de maneira ordinária, pessoas para tarefas extraordinárias e outras vezes por insegurança no ofício de liderar. Perceber boas orientações levantadas por Deus e aplica-las ao povo tem sido em muitos lugares um grande desafio para o sucesso da caminhada.

- A Experiência Intensa com Deus: O momento era crítico: Em meio à idolatria, mortandade e Deus dizendo que não iria entre o seu povo. Nada inspirador para uma caminhada que mal tinha iniciado. Moisés percebe a necessidade, diante do caos humano/social, de se retirar para um momento a sós com o Eterno, para buscar ser guiado por algo maior – a glória de Deus. A experiência intensa com Deus deve nos conduzir a uma vida de busca da glória do Senhor em nossas vidas. Na busca da glória de Deus, Moisés encontra a manifestação da bondade do Senhor (Êxodo 33.19). O local desta manifestação da bondade de Deus - a penha. Lugar de uma inesquecível experiência que norteou todo o ministério deste tremendo servo de Deus. O local era rude, mas a experiência com Deus – sublime. Muitas vezes, em momentos difíceis e em lugares insólitos de nossa caminhada, Deus revela sua bondade e nos enche de sua glória! Toda esta extraordinária experiência abasteceu o coração de Moisés em sua desafiadora caminhada! Assim seja conosco também! Mostra-nos, Senhor a tua bondade em nossa caminha de fé em fé e de glória em glória!

Pr. Carlos Orlandi Jr

Entrega ao Senhor as tuas obras, e teus desígnios serão estabelecidos.

22 maio 2010

Momentos

"A vida é assim.Nos proporciona momentos como este. Momentos únicos. São momentos maravilhosos,onde nosso ser entrega-se a beleza do instante e realiza o amor. O amor entre Pai e filha".

Filha, te amo!


JORNAL







20 maio 2010


Direito de acesso à informação


Direito humano fundamental de acessar informações em poder de instituições públicas, que por sua vez têm a obrigação de divulgar essas informações.
Direito de saber :
poder fazer escolhas livres e autônomas.
Por que é importante?
• Transparência da administração pública;
• Controle social das instituições do Estado;
• Combate à corrupção, controle de gastos públicos;
• Elaboração de políticas públicas bem-sucedidas;
• Democracia participativa;
• Exercício consciente do direito de voto;
• Demanda pelo respeito aos direitos humanos;
• Matérias jornalísticas bem fundamentadas;
• Etc.
Por que é importante para os jornalistas?
• Meios de comunicação são a principal fonte de informação para a maior parte da sociedade;
• Jornalista tem a responsabilidade de fornecer dados confiáveis;
• No seu trabalho diário, os jornalistas grandes interessados em informações oficiais ou detidas pelos governos.
Direito à informação e
liberdade de expressão
Artigo 19 da Declaração Universal dos Direitos Humanos:
“Toda pessoa tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e idéias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras.”
Direito à informação e
liberdade de expressão
Artigo 19 do Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos:
“Toda pessoa terá o direito à liberdade de expressão; esse direito incluirá a liberdade de procurar, receber e difundir informações e idéias de qualquer natureza, independentemente de considerações de fronteiras, verbalmente ou por escrito, de forma impressa ou artística, ou por qualquer meio de sua escolha.”
Direito à informação e
liberdade de expressão
Artigo 13 da Convenção Americana de Direitos Humanos:
“1. Toda pessoa tem o direito à liberdade de pensamento e de expressão. Esse direito inclui a liberdade de procurar, receber e difundir informações e idéias de qualquer natureza, sem considerações de fronteiras, verbalmente ou por escrito, ou em forma impressa ou artística ou por qualquer meio de sua escolha.”
Evolução histórica
1946 - Assembléia-Geral da ONU afirmou em sua primeira sessão:
“a liberdade de informação é um direito humano fundamental e ... a pedra de toque de todas as liberdades às quais a ONU se dedica.”

Evolução histórica
• Liberdade de informação vista primeiramente como livre circulação de informações e idéias em uma sociedade.
• O direito à informação passou a ser visto como sinônimo de boa governança, reforma administrativa do estado
• Noção atual: direito de acesso à informação guardada por instituições públicas.
Direito de acesso à informação
Direito humano fundamental:
• Previsto em diversos tratados internacionais de direitos humanos;
• Previsto no artigo 5º. da Constituição Federal Brasileira;
• Estado tem obrigação de divulgar informações;
• Toda pessoa pode usar esse direito e cobrar que seja respeitado.
Caso Claude Reyes
Caso Claude-Reyes vs. Chile (2006):
Corte Interamericana de Direitos Humanos é a primeira corte internacional a reconhecer que o direito fundamental à liberdade de expressão inclui o direito de acesso à informação detida por instituições públicas.
• Direito individual e da sociedade.
• Não é necessário justificar razões ou interesses para pedidos de informação.
Situação no mundo
• 1990: somente 13 países tinham leis de acesso à informação

• 2008: mais de 70 países têm leis de acesso à informação, e outros 20 a 30 discutem a aprovação de uma lei
Fonte: Privacy International, 2007
Américas
• Estados Unidos – 1966
• Canadá – 1983
• Colômbia – 1985
• Trinidade e Tobago – 1999
• Panamá – 2001
• México – 2002
• Peru – 2002
• Jamaica – 2002
• Argentina (decreto) – 2003
• Equador – 2004
• República Dominicana – 2004
• Antígua e Barbuda – 2004
México: Instituto Federal de Acesso à Informação Pública
Princípios do direito à informação

• ARTIGO 19: “informação é o oxigênio da democracia”.

• Nove princípios que devem ser respeitados por um regime de acesso à informação.

• Princípios endossados por relatores especiais para a Liberdade de Expressão.
1) Máxima divulgação
• Presunção em favor da divulgação
• Interpretação ampla dos termos:
• Informação – todos os registros, independentemente da fonte e forma de arquivo;
• Órgão público – tipo de serviço prestado;
• Todas as pessoas podem ter acesso, sem discriminação.
2) Obrigação de publicar

• Mesmo na ausência de um pedido, instituições públicas devem tomar a iniciativa de publicar informações importantes.

• Meta de longo prazo: quantidade maior possível de informações disponíveis.
3) Promoção de um governo aberto
• Combater cultura de segredo;
• Realização de atividades de promoção de uma cultura de abertura e dos objetivos da lei de acesso;
• Cursos, campanhas, relatórios, publicações, guias;
• Penalidades para quem descumprir;
• Gerenciamento de arquivos.
4) Escopo limitado de exceções
• Exceções descritas em lei, de forma clara e limitada.
• Exemplos de possíveis justificativas: privacidade; investigação criminal; segurança pública; segurança nacional; tomada de decisão sobre política cambial.
• Mas: não é legítimo negar acesso à informação simplesmente porque ela diz respeito a uma dessas questões.
Teste de três fases
Para que a informação seja negada:
• Informação deve estar necessariamente relacionada a um interesse legítimo que se quer proteger, listado em lei;
• Divulgação deve significar uma ameaça de danos substanciais àquele interesse;
• Os danos ao interesse devem ser maiores que o interesse público em divulgar a informação.
5) Processos para facilitar o acesso
• Pedidos atendidos por qualquer órgão público, menor formalidade possível;
• Não é preciso fornecer razões para o pedido;
• Requerimentos analisados rapidamente, dentro de um prazo estabelecido;
• Acesso à informação da forma preferida (cópia, análise, formato eletrônico, etc.)
• Negativas de acesso acompanhadas de justificativa;
• Possibilidade de apelação.
6) Custos


• Eventuais custos não podem desencorajar pedidos de informação.
7) Reuniões e audiências abertas

• Presunção de que reuniões e audiências governamentais devem ser abertas ao público.

• Direito a informação também vale para informações transmitidas oralmente.
8) Primazia da divulgação

• Leis inconsistentes com princípio da máxima divulgação devem ser alteradas ou revogadas.

• Lei que trata do acesso à informação prevalece em relação a normas mais restritivas.
9) Proteção de quem denuncia


• Indivíduos que divulgam informações sobre irregularidades cometidas dentro do poder público não podem estar sujeitos a sanções.
Situação no Brasil
Artigo 5º. da Constituição Federal:
XIV - “é assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário ao exercício profissional;”
XXXIII - “todos têm direito a receber dos órgãos públicos informações de seu interesse particular, ou de interesse coletivo ou geral, que serão prestadas no prazo da lei, sob pena de responsabilidade, ressalvadas aquelas cujo sigilo seja imprescindível à segurança da sociedade e do Estado;”
Art. 37:
“A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência...”
Por que queremos uma lei de acesso à informação no Brasil?
• Para tornar mais clara a obrigação do Estado de divulgar informações, inclusive de forma pró-ativa;
• Para estabelecer responsabilidades pelo descumprimento dessa obrigação;
• Para definir, unificar e uniformizar procedimentos;
• Para facilitar o acesso da população, inclusive de jornalistas, à informação;
• Como instrumento para reivindicar outros direitos

19 maio 2010

Reflexão



Tudo passa, como, o vento passa!


Tudo se vai com o vento...
Até as palavras ditas se vão com os ventos
Promessas estas parecem nunca terem tidos feitas.
Também se vão com o vento.
Enfim um grande amor
Também passa como o vento
Toca-nos deixando saudade, dos bons momentos
E se vai pra jamais voltar
Assim é a vida!
Tudo passa, como, o vento passa.

Dalva Stolf
Aflição e Paz



“Este hino foi escrito por Horatio G. Spafford (1828-1888) nascido em North Troy-NY , no dia 10 de outubro. Ele foi um presbiteriano convertido a Cristo através do evangelista Moody (foi um grande evangelista e avivalista do séc 19). Horatio se tornou um advogado prospero na cidade de Chicago, mesmo depois de seu sucesso financeiro, continuou mantendo um relacionamento estreito com Moody e com um profundo interesse pelas campanhas de evangelização. Tinha apurado gosto pela musica e era devotado ao estudo das Escrituras.Meses antes do grande incêndio que atingiu a cidade de Chicago, em 1871, Horatio tinha feito pesados investimentos financeiros em uma área que foi totalmente destruída pelo fogo. Não bastasse esse terrível abalo financeiro, Spasfford passou por uma dolorosa perda de um filho. Esta morte trouxe grande sofrimento para toda a família. O piedoso advogado, procurando um tempo de refrigério e descanso, resolveu viajar com a esposa e as 4 filhas para a Europa, onde se encontraria com Moody e Sankey em uma cruzada evangelistica na Inglaterra, em 1873.Em novembro daquele ano, devido a inesperados compromissos de negócios, Spafford precisou permanecer em Chicago; mas ele enviou sua esposa e as suas 4 filhas conforme já estava programado no navio S.S. Ville du Havre.Sua expectativa era seguir viagem dias depois. No dia 22 de novembro de 1873, o navio sofreu um acidente e naufragou em 12 minutos. Dias depois, os sobreviventes finalmente chegaram em Cardiff, no Pais de Galles, e a senhora Spafford mandou um telegrama ao seu marido: “SALVA, PROEM SÓ”.As 4 filhas morreram naquele naufrágio. Imediatamente após receber o telegrama da esposa, Spafford tomou um navio e foi ao encontro de sua esposa. Próximo ao local do acidente, Spafford profundamente comovido e sustentado pelo Deus que inspira canções” nas noites escuras, começou a escrever :

Se paz a mais doce me deres gozar,
Se dor a mais forte sofrer,
Oh, seja o que for, Tu me fazes saber
Que feliz com Jesus sempre sou!
Sou feliz com Jesus,
Sou feliz com Jesus, meu Senhor!
Embora me assalte o cruel Satanás,
E ataque com vis tentações;
Oh! Certo eu estou, apesar de aflições,
Que feliz eu serei com Jesus!

Meu triste pecado, por meu Salvador
Foi pago de um modo cabal!
Valeu-me Senhor, oh, mercê sem igual!
Sou feliz, graças dou a Jesus!

A vinda eu anseio do meu Salvador,
Em breve virá me levar
Ao céu, onde eu vou para sempre morar
Com remidos na luz do Senhor!”
1º Festival da Canção - Dia 15 de Maio de 2010

18 maio 2010

17 maio 2010

Realizado em Nova Campina, o 1º Festival da Canção foi um sucesso


Grande público prestigiou evento organizado pelo 3ª A da EE Simpliciano Campolim de Almeida

Alunos e familiares compareceram em peso para prestigiar 1º Festival da Canção realizado pelos alunos do 3º Ano do Ensino Médio da Escola Simpliciano Campolim de Almeida, em Nova Campina. O evento que teve como principal objetivo reunir recursos em prol da formatura dos alunos foi um sucesso.
O vereador Antônio Isael de Oliveira Júnior foi convidado para apresentar o evento.
Ao todo mais de 20 participantes apresentaram suas canções ao grande público presente. Os números musicais apresentados foram bem variados e passou do gospel ao sertanejo.
A equipe organizadora, composta por Bruno Almeida, Cássia Deyze, Alison Oliveira e o professor Emerson Leite ofereceu todo o suporte para a realização do evento.
Em nota de agradecimento, Bruno fez questão de lembrar-se de todos os que colaboraram.
Segundo ele, todas as pessoas que trabalharam no evento foram importantíssimas. “Agradeço a todos. Alunos, professores, escola, funcionários e também ao suporte dado pela prefeitura, por meio dos Departamentos. Os vereadores também colaboraram com o evento.


Premiação

O evento premiou até a quinta colocação. Os participantes receberam prêmios diversos como, Dvds, Chocolates e uma quantia em dinheiro. Confira a colocação:

1º Lugar – Camila e Júlio Cezar
2º Lugar – Marcelo e Ricardo

3º Lugar – Geni e Juarez

4º Lugar – Fernanda e Talita
5º Lugar – João Luiz

Jurados
Para julgar as participações, a comissão organizadora chamou 5 profissionais da música.Os cinco atuam em Nova Campina, trabalhando em projetos, como por exemplo o Projeto Guri, do qual integrantes que tocaram para os cantores são alunos. Abriu o evento, a dupla André Matheus e Gabriel.
Banda
Composta por jovens talentosos, a banda que tocou para os participantes, arrasou em todas as canções. Tocando estilos variados, os jovens mostraram que Talento em Nova Campina é o que não falta.


FOTOS DO EVENTO AO LADO >>>>>>>>>>>>>>


Juliano Camargo
EM BREVE AQUI FOTOS DO EVENTO "1º FESTIVAL DA CANÇÃO'

16 maio 2010

Mensagem da Semana

Amizades Verdadeiras

“Então se levantou Jônatas, filho de Saul, e foi para Horesa (no deserto) e lhe fortaleceu a confiança em Deus” (1 Sm 23.15-18).

Amizades verdadeiras são cada vez mais raras. Relacionamentos de cumplicidade, de parceria em todo o tempo, quase não existem mais. Em nossos dias, as pessoas valem pelo que tem. As pessoas só têm valor quando se tem nelas algum interesse. Quando se extrai das mesmas, algum proveito. Quando não, são escanteadas, menosprezadas, ignoradas à própria sorte, deixadas de lado.
Jônatas era o filho-herdeiro de Saul. Davi era o prodígio daqueles dias. Saul permite seu coração envenenar-se com ciúmes, ódio e indignação ao ver o jovem Davi sobressair. Jônatas, pelo contrário, celebra uma amizade verdadeira, parceira, compartilhadora.
A vida sem amigos é triste, como a de Saul! Deus nos fez seres sociais, para amarmos uns aos outros, chorarmos juntos, para partilharmos vida. Nesse sentido, vale àquela máxima: Juntos somos melhores!
Valorize suas amizades. Invista nelas. O tempo passa, os cabelos se vão, as rugas do tempo são inevitáveis. Mas amizades verdadeiras são preciosas!
Visite um amigo. Dê um telefonema. Passe um e-mail de encorajamento. Amigo é para todo tempo. Pode ser na batalha pela vida, pode ser em um leito hospitalar. Como é bom ter amigos. Jônatas deixou o conforto do palácio e foi ao deserto, foi encontrar-se com Davi, seu amigo. Foi para lhe fortalecer a confiança em Deus! Foi para dizer que era parceiro em todo tempo.“Em todo tempo ama o amigo, pois é na angústia que ele se tornará teu irmão” (Pv 17.17). Você tem amigos de verdade ? Invista neles!

Pastor Carlos Orlandi
Capa do Cd - Juliano e Heber ... (Risos)

Essa foto é de um passeio em que o Heber, a minha irmã Renata e a Thaís e eu fizemos nas pedras, lá no Barreiro.

O NOSSO CÂNION

Juliano Camargo, Publicado no Jornal A Gazeta Notícias em 01de outubro de 2009.






Importante feição natural da região e formação rochosa rara no Brasil, cânion compõe a beleza natural dos municípios de Nova Campina,Itararé, Itapeva e Bom Sucesso de Itararé.

Eles são gigantescos, dotados de uma beleza rara. São belos e exuberantes. Estão localizados em Itapeva, estende-se também de ponta a ponta a todo o oeste do município de Nova Campina, passando por Bom Sucesso de Itararé e seguem até ao norte do Paraná, nas localidades próximas a Campo Largo. São os chamados cânions. Nos lugares em que se localiza, recebe denominações locais, tendo então diversos nomes: como por exemplo, o cânion guartelá.Na nossa região,o cânion é conhecido como o canhão de Itanguá, ou cânion de Itanguá.

Segundo definições da geomorfologia ou geologia: Cânion seria como que uma espécie de garganta profunda. De acordo com as informações que se tem e pela sua gênese de formação, os cânions, esses grandes paredões rochosos, são belezas naturais formadas pela dinâmica interna e externa de algumas condições físico-naturais promovidas no ambiente terrestre.
Escarpamento Furnas como é cientificamente conhecido, o cânion é revelador e esplendoroso. Esconde riquezas profundas e que até contam sobre nosso passado.

Conversamos com alguns especialistas e estudiosos, sobre a importante função exercida por esses extensos paredões rochosos de arenito de nossa região e o colocamos como ponto de observação em relação ao turismo, à educação, ao meio ambiente etc. Confira o que disseram.

Cânion de Itanguá: Definições, características e preciosidade com grande potencial para estudos científicos


Para o arqueólogo e geógrafo Sílvio Alberto Camargo Araújo, a área tem um grande potencial para estudos científicos, educacionais e turísticos.



"O Escarpamento Estrutural Furnas, assim como é conhecido cientificamente o Canhão do Itanguá, é uma formação rochosa de arenito, rocha sedimentar de origem marinha, e é considerado um sítio geomorfológico raro no Brasil, apresentando um conjunto de formas antigas de relevo que guardam importantes informações ambientais em suas camadas sedimentares e que contam a história natural de nossa região que no passado foi fundo de um grande mar que sofreu soerguimento por forças internas da Terra conhecidas como forças tectônicas, isso quando América do Sul e África ainda estavam próximas uma da outra", explica o arqueólogo.

Características
“Canhão vem do latim que significa peça de artilharia ou cano referente aos vales fechados e Itanguá vem do Guarani e significa pilão de pedra, alusão as formas de panelas encontradas no leito dos riachos existentes lá”, esclarece Sílvio.

O Canhão do Itanguá se estende por cerca de 250 km, entre os estados de São Paulo e Paraná e apresenta torno de 1.100-1.200 m de altitude em relação ao nível do mar. O Escarpamento tem idade que varia de 300 a 250 milhões de anos aproximadamente.

Devido a sua formação, o local abriga cachoeiras, grutas belas cavernas. "O Canhão apresenta feições geomorfológicas importantes como relevo ruiniforme, morros testemunhos, escarpas e rios que formam canhões, cachoeiras e corredeiras, além de várias grutas e pequenas cavernas", afirma o arqueólogo Sílvio Araújo.

Segundo o professor Sílvio, o no interior do cânion encontram-se dezenas de sítios arqueológicos que estão sendo estudados pelo Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo e atribuídos a grupos de caçadores-coletores que podem ter idade de até 10.000 anos, além de outros sítios de guaranis e kaingangs, que são grupos agricultores que ocuparam a região a cerca de 2000 anos atrás.

Próximo ao Canhão são encontrados estromatólitos que são fósseis de bactérias que viviam em colônias em um ambiente marinho de pouca profundidade a cerca de 2 bilhões de anos e descobertos pela primeira vez em na América do Sul na década de 1940. Tamanha foi a descoberta que o pesquisador Flávio Almeida deu o nome as colonias de bactérias de Collenia Itapevensis.

O município de Nova Campina em parceria com o Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo tem a intenção de transformar a área em monumento natural conforme legislação vigente destinando-a para preservação do meio ambiente e a educação ambiental.

De forma geral sem uma delimitação definida para área do Canhão do Itanguá existem pelo menos três propostas para transformação da área em uma Unidade de Conservação da natureza, a primeira realizada pelo ex-prefeito Felipe Marinho com ajuda de Cícero Marques em 1978; a segunda proposta realizada pela Organização Ambiental Cílios da Terra em 1999 que circulou internamente na Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo; a terceira, realizada através da dissertação de mestrado do professor Silvio Araújo, que propõe para a área a formação de reservas particulares.

Importante Instrumento para Educação

Falando da importância do cânion na questão da educação escolar, o professor de geografia, Juliano Camargo afirma: “Na educação podemos destacar a importância do cânion, no que diz respeito à leitura da paisagem e seus resultados. Sabe-se que todas as formas de paisagens refletem transformações temporais e conservam testemunhos de tempos passados. Aí é que se destaca a preciosidade de se trabalhar a educação ambiental, geografia, reflexão e estudos através do cânion. Sem dúvida, ele é um enorme potencial para educação”.

Juliano Camargo, Licenciado em Geografia e estudioso do escarpamento furnas

“A educação em geografia tem como objetivo situar o aluno no lugar e fazer com que ele forme um conceito e por si mesmo, analise e reflita, para que possa assim atuar e agir de forma positiva e independente na atuação sobre o espaço”, diz Juliano.

Juliano ainda explica: “Podemos colocar da seguinte forma: ao analisarmos o Escarpamento de Furnas, podem-se enxergar diversas áreas para se trabalhar. Ele apresenta paisagem, inspira o folclore, mostra cachoeiras, nascentes, possui riqueza de cultura ecológica, facilita o turismo, traz a questão da conservação ambiental, permite o estudo da arqueologia, geologia e através de tudo isso, requer conservação, o que é algo extremamente importante que as autoridades verifiquem. Não podemos perder essa riqueza”.

Potencial para o turismo

Paula Costa, consultora de Turismo destaca o grande potencial turístico do cânion. Para ela, um dos maiores atrativos da região. "O Cânion é um tremendo potencial Turístico. É um dos maiores atrativos que temos aqui", afirma Paula Costa consultora de Turismo. Para ela, o desenvolvimento do turismo no cânion pode se dar com a criação de núcleos. Segundo Paula Costa, a exemplo do famoso Petar, o cânion do Itanguá, por se abrigar em mais de um município (Itapeva, Nova Campina e Bom Sucesso de Itararé) pode ser trabalhado em núcleos, o que segundo ela, é mais viável.

Paula também lembra a importância de se ter dentro de tudo isso, um plano de manejo e todo um trabalho muito bem planejado de uso dessas áreas, focando sempre na preservação do meio ambiente.

A consultora ainda destacou a falta de infra-estrutura da região para se trabalhar o ecoturismo, mas afirma: “O desenvolvimento do Turismo é meta de governo de Itapeva”. Assim Paula falou sobre as etapas que já estão sendo realizadas para que haja uma sensibilização e um planejamento sustentável no turismo em Itapeva. “Queremos mostrar ao Itapevense o potencial que Itapeva tem; Itapeva e a região”, finalizou


Para saber mais:

https://www.geocaching.com/geocache/GC5TP11_geomorphological-aspects-of-canyon-pirituba

14 maio 2010




Minhas fotos preferidas!!!

Durante minhas andanças trabalhando na Assessoria de Imprensa e me aventurando por aí, fiz algumas fotos, aliás, muitas fotos! Algumas ficaram gravadas em minha mente, as quais gostaria de compartilhar. Olhe bem em todas. Talvez você possa estar nelas. Aí vai:
Mais uma Rainha Mirim da Festa - 2008
Mais do Desfile da Raiha Mirim da Festa do Peão de 2008
Alegria

Garoto é só sorrisos na apresentação ... Projeto Guri 2008
Crianças


No Projeto Guri elas cantam e encantam ... Essa foto é de 2008 Apresentação de final de ano.
Tem uns alunos meu aí ...
Galera Animada!!!
Essa é do desfile de 2008!

Árvore - Nova Campina - Foto de 2008







13 maio 2010

Retirada do blog do HR fUTSAL -

PARABÉNS GAROTADA !!!!

HR FUTSAL ESTÁ NA SEMIFINAL DA CHAVE C DA 4ª COPA BABY 2010.


Sub 11

A equipe HR Futsal sub 11, ganhou nesta quarta-feira uma excelente notícia, está na semifinal da chave C, da 4ª Copa Baby 2010, de Itapetininga.
O fato aconteceu devido à desistência da equipe que enfrentaríamos nesse final de semana.
Gostaria de agradecer a todos pelo incentivo a equipe HR Futsal, ao prefeito Eliel Cardoso, por ceder o transporte para a equipe participar da competição, e também agradecer as crianças, que estão treinando forte e fazendo bonito na copa baby, levando o nome do município ao posto mais alto das competições da região.



Sub 09

E convidamos a todos para assistir os jogos da semifinal (sub 11) e quartas de final (sub 09) no domingo dia 23 de maio, em Itapetininga. E aos jogadores, vamos com muita raça para vencer. Parabéns a todos.

12 maio 2010


Eu gosto disso: "Sensação de paz, harmonia. No silêncio do momento, ao observar a imagem, na mente, a visualização da foto. Pronto! é contemplar o momento e registrar.
Essa foto não é tão linda assim,mas percebi, na singeleza e na simplicidade da pequena árvore contrastando com o céu no entardecer. Um momento de contemplação da obra do Criador, um momento de louvor. Uma foto. Um momento só meu.Único!
Barreiro, Sítio Serrinha em 2008

Minha Formatura em 2008 - Uma conquista abençoada !!!!!


Minhas Irmãs e minha mãe, Edna


Estrada Nova Campina/Itapeva



Dia das Mães na Igreja Presbiteriana do Barreiro
Publicar postagem

Dias das Mães na Igreja Presbiteriana do Barreiro
Aproveitamos e tiramos uma bela foto da Família
Que bênção e ter uma família. O Senhor é Bom !!!!