“O Projeto Arte para todos” acabou?

Sim. Acabou!

Criado em 2007, na gestão da ex-prefeita Alaise, o projeto denominado “Arte para Todos”, reuniu diversos jovens naquele ano. Diante do projeto havia o esforço de diversas pessoas, inclusive eu, para fazer acontecer aquela ideia. O apoio do Executivo foi total ao projeto.

Antônio Isael de Oliveira Júnior, hoje atual presidente do Legislativo, era o líder e comandava toda a turma.

Acontecendo inicialmente em Itaoca, o projeto expandiu-se aos demais bairros e também Nova Campina. Foi um sucesso total.

Projeto bem parecido com o da Escola da Família, implantado por Gabriel Chalita no governo estadual, o “Arte para Todos” foi muito elogiado na época, mas também taxado de eleitoreiro.

Muita gente se beneficiou com as necessidades de “Mao de obra” do projeto. Na época, o projeto gerava despesas que saíam, não sei de onde e nem como.

Bem, quanto a isso, não importa, mas que o futuro reservava a candidatura do jovem Júnior, isso sim, foi fato. Júnior saiu candidato pelo PTB e ainda sendo empurrado ainda mais pela força do projeto, sua popularidade aumentou e a candidatura fluiu muito bem.

Penso sobre este fato, que o jovem Júnior já era um líder na época e, com muita visão política, Alaise incumbiu-se logo de trazer o potencial ao seu lado.

Voltando para a questão do projeto em si, é muito fácil dizer nos dias de hoje, duas coisas: primeiro, ou o atual prefeito não achou viável e oportuno continuar com o projeto – pois o “deletou”,ou a segunda opção: realmente o “Arte para Todos” foi apenas um projeto eleitoreiro.

O que restou do projeto são apenas as lembranças.

Abraço,

Juliano Camargo

Comentários

  1. Esse projeto foi somente para "projetar" o candidato da Alaíse, estava na cara, e agora o fanfarrão do Junior esqueceu suas origens, arrumou a casa, comprou um carro e o povo fica à míngua, é desse tipo de político que nós temos que extirpar nas urnas, 2012 será o ano da virada, dizem que o mundo acaba em 2012, mas só para os corruptos e aproveitadores da boa vontade do povo!

    ResponderExcluir
  2. ainda bem que os eleitores de N.C. estão com os olhos abertos para perceber quem são os aproveitadores e espertalhoes .Prof JULIANO continue sendo um articulador político ,pois N.C. merece ter lideres que realmente trabalham no LEGISLATIVO e não como vemos que so se elegeram e hoje esquecem de continuar com os projetos que dão certo...

    ResponderExcluir
  3. Dizer que o projeto foi um sucesso, é somente para pessoas que não conhecem de fato o projeto do Gabriel Chalita ( escola da família)chega ser uma ofença. No papel era bonito sim, charo só podia era um projeto copiado, mas a realidade era outra. Gastos de materiais eram enormes e muitas vezes as escolas não tinham nenhum material e a escola o tal projeto disperdiçando, muitas vezes professores questionavam a origem do material, eles com a labia de politico inventavam qualquer origem, mas sempre tivemos convicção de que era com o dinheiro da EDUCAÇÂO. O nosso Conselho do FUNDEB sempre foi manipulado pelos poderosos, por mais que tenha sido formado por eleição era dito em quem podia votar. Agora acredito que coisas como essa não ocorram mais pois a Liliane faz parte do FUNDEB. Chega de roubo...

    ResponderExcluir
  4. Caro, professor.

    Obrigado por opinar.

    Com relação ao "sucesso", apenas gostaria de corrigir: Sucesso no sentido de a sua estrutura e o seu andamento atender as expectativas dos seus realizadores.

    Abração!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Fique a vontade para comentar, no entanto, sem ofender. Seja cívico.