21 novembro 2011

“O Projeto Arte para todos” acabou?

Sim. Acabou!

Criado em 2007, na gestão da ex-prefeita Alaise, o projeto denominado “Arte para Todos”, reuniu diversos jovens naquele ano. Diante do projeto havia o esforço de diversas pessoas, inclusive eu, para fazer acontecer aquela ideia. O apoio do Executivo foi total ao projeto.

Antônio Isael de Oliveira Júnior, hoje atual presidente do Legislativo, era o líder e comandava toda a turma.

Acontecendo inicialmente em Itaoca, o projeto expandiu-se aos demais bairros e também Nova Campina. Foi um sucesso total.

Projeto bem parecido com o da Escola da Família, implantado por Gabriel Chalita no governo estadual, o “Arte para Todos” foi muito elogiado na época, mas também taxado de eleitoreiro.

Muita gente se beneficiou com as necessidades de “Mao de obra” do projeto. Na época, o projeto gerava despesas que saíam, não sei de onde e nem como.

Bem, quanto a isso, não importa, mas que o futuro reservava a candidatura do jovem Júnior, isso sim, foi fato. Júnior saiu candidato pelo PTB e ainda sendo empurrado ainda mais pela força do projeto, sua popularidade aumentou e a candidatura fluiu muito bem.

Penso sobre este fato, que o jovem Júnior já era um líder na época e, com muita visão política, Alaise incumbiu-se logo de trazer o potencial ao seu lado.

Voltando para a questão do projeto em si, é muito fácil dizer nos dias de hoje, duas coisas: primeiro, ou o atual prefeito não achou viável e oportuno continuar com o projeto – pois o “deletou”,ou a segunda opção: realmente o “Arte para Todos” foi apenas um projeto eleitoreiro.

O que restou do projeto são apenas as lembranças.

Abraço,

Juliano Camargo