25 outubro 2011

Graça




Graça

Eu estava perdido quando achaste-me

Tu me atraiste, segurou-me perto

E estou bobo, mas ainda você...

Eu serei um bobo para o Rei de amor


Deu-me asas, então eu posso voar

Deu-me uma canção para pintar o céu

E tudo o que eu tenho é tudo teu

E tudo o que eu quero é a ti


Isto é a graça, graça

Nada sou sem ti

Graça, tua graça, brilha em mim


E houveram dias quando me afastei

Me carregaste, sem nada dizer

Perdoa-me, Senhor, quando estou fraco e perdido

Trocaste o céu por uma cruz de madeira


E todos estes anos que você me carregou

Foste os meus olhos quando eu não podia ver

E a beleza cresceu na direção da chuva

Teu óleo de alegria nas horas de dor