Pular para o conteúdo principal

Santa Ignorância




Por Rev. Gilberto Bueno Filho 

“Apliquei o coração a conhecer a sabedoria e a saber o que é loucura e o que é estultícia; e vim a saber que também isso é correr atrás do vento. Porque na muita sabedoria há muito enfado; e quem aumenta ciência aumenta tristeza.”
Eclesiastes 1.17-18.

Quando lemos esta passagem bíblica percebemos que os tempos vividos do rei Salomão são semelhantes aos nossos. Há uma busca desenfreada pelo saber, pela informação. É fundamental estar “in”, isto é, por dentro, obtendo assim sucesso e prosperidade na vida.

Pater Large diz que “nos últimos 30 anos, produziu-se um volume de informações novas maior que no 5 mil anos precedentes. Cerca de mil livros são publicados no mundo por dia e o total do conhecimento impresso duplica a cada 8 anos.”


O problema dessa busca obcecada reflete em nossos relacionamentos, pois longe de contribuir para um amadurecimento relacional, nos torna cabeças ambulantes, sem coração e sentimento. Onde “eu” sei tudo e não preciso da ajuda de ninguém. Levando os seres humanos a uma completa e total alienação de quem realmente somos. Seres criados a imagem de Deus (Gênesis 1.27).


Diante dessa avalanche de informações, devemos ser seletivos na busca do saber mais. Devemos nos ater ao que é fundamental, como nos disse o rei Salomão no final de seu livro (Eclesiastes 12.13), “De tudo o que se tem ouvido, a suma é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo homem.”


A busca pela informação que se pode alcançar por meio de estudos, da observação e do raciocínio é útil e desejável (Cf. Ec 7.5, 11-12, 19), mas essa busca pela informação, pela sabedoria não consegue responder satisfatoriamente às perguntas que mais inquietam o espírito humano (Ec 3.11), nem assegura aos “sábios”, os detentores da informação um destino melhor que os que não possuem. 


Daí a afirmação do rei Salomão ao dizer que na muita sabedoria, isto é, na informação, há também uma fonte de pesar e insatisfação (Eclesiastes 1.18). Deixemos toda essa ansiedade causada pela busca da informação e apeguemo-nos ao que é fundamental, Temer a Deus.


Lembre-se:


1) Ninguém sabe tudo. Assuma sua ignorância e seja feliz com ela.
2) Aprenda sempre com todos.
3) Saiba filtrar o que realmente é fundamental para a vida.


Assuma a sua “santa ignorância” e viva a vida de maneira correta e linda diante dos homens e de Deus.


-------------------------------------

Gilberto Bueno Filho, casado com Regina tem 3 filhos. Formado em 'Teologia' (2001) pelo Seminário Presbiteriano do Sul - SPS, na cidade de Campínas, SP; e 'Pós-Graduação' em 'Ética, Cidadania e Subjetividade' pela Escola Superior de Teologia - EST, em 2007. Pastoreia atualmente a IPB na cidade de Echaporã, interior de São Paulo.


Poderá também gostar de:

Postagens mais visitadas deste blog

Nova Campina, Itapeva e Bom Sucesso de Itararé numa rápida passagem

Numa passagem rápida entre algumas áreas entre as extremidades dos municípios de Nova Campina, Itapeva e Bom Sucesso de Itararé, já dá para ter uma ideia do potencial da região. As fotos desta postagem são do dia 04 de outubro. Um roteiro que contemplou uma pequena cachoeira em Nova Campina, nas proximidades do bairro Fracarolli, depois, as belezas inconfundíveis das águas, matas e rochas do cânion Pirituba, em Itapeva. Passando por dentro do município de Bom Sucesso de Itararé, a continuação do belo relevo, cheio com as serras e os pontos de destaque entre os paredões de arenitos que cercam a região.

Bike nos mirantes de Nova Campina

Compartilho com os leitores mais um passeio. Dessa vez,uma pedalada realizada em Nova Campina.Mais precisamente no Mirante da Borda , em Nova Campina.

Me acompanhou desta vez, Juliano Albuquerque, grande desbravador da região e amante da bike. Juliano, meu xará, tem muito conhecimento sobre os pontos mais belos da região. Tem explorado Nova Campina e há tempos estávamos pensando e fazer esse tour. Percorremos mais de 80 Km.

Eleitos pela região recebem diplomas da justiça eleitoral

Cerimônia aconteceu no plenário da Câmara Municipal de Itapeva e reuniu eleitos da 53ª Zona eleitoral;ao todo 76 eleitos

Dirigida pelo Juiz eleitoral Dr. Matheus Barbosa Pandino, a cerimônia de diplomação dos eleitos nas eleições municipais aconteceu na manhã da última quinta, (15). Além dos diplomados e da equipe da justiça eleitoral da 53ª Zona eleitoral, demais autoridades, familiares e amigos dos eleitos compareceram para prestigiar a cerimônia.

Nova Campina. Jucemara Fortes (Josi do Eliel), Antônio Cavalheiro, Juliano Camargo, Aparecido Almeida, Cleuza Cavalheiro, Joaquim Antônio, Paulo Ortiz, Nelson Pires, Sidnei Rodrigues, Gisele Fontanini e Célio Andrade, eleitos em outubro, receberam o Diploma das mãos do Juiz Dr. Matheus Pandino.

VEJA TAMBÉM: Eleições em Nova Campina: Josi do Eliel é eleita prefetia