Pular para o conteúdo principal

Moradores pedem obra de canalização de água na rua Josina Cardoso dos Santos, no centro

Figura mostra o local


Rua não possui saída para águas pluviais e com isso um morador teve seu muro derrubado
Os moradores da rua Josina Cardoso dos Santos pedem à prefeitura que seja construída na mesma, uma obra de canalização de água. Os moradores, que procuraram o Juliano Camargo Blog notícias para publicar o fato disseram que na rua não existe sápida para água. A rua, que também não tem saída necessita urgente desta obra. Atualmente quem saiu perdendo foi o cidadão Vanei, que teve o seu muro destruído pela falta de infraestrutura na rua.
Os moradores também informaram que técnicos da prefeitura já estiveram no local para conferir as condições, mas até agora nada ainda foi feito.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Na Caverna Casa de Pedra, o maior pórtico de caverna do Mundo

Patrimônio Natural da Humanidade, Vale do Ribeira se destaca com suas belas paisagens Juliano Camargo
Nossa ida ao Município de Iporanga-SP foi motivada pela trilha que dá acesso ao pórtico da caverna Casa de Pedra: a maior boca de caverna do mundo.Apenas isso! (risos).Fomos no dia 06 de Dezembro, Sábado e retornamos no Domingo,7.

Arqueologia de Nova Campina e Itapeva será destaque em série da UNIVESP TV

O arqueólogo e professor Sílvio Araújo, professor Juliano Camargo e a arqueóloga Luana Antoneto, que deram suporte à produção do programa na Região

Por meio de um convite, acompanhamos durante todo o sábado, 20, seguindo desde a manhã até o início da noite, os produtores da UNIVESP TV / TV Cultura juntamente com os arqueólogos Sílvio Araújo e Luana Antoneto, em visitas aos Abrigo Itapeva e Abrigo de Nova Campina; Dois entre os demais sítios rupestres localizados na Região. 


No Mirante Bonsai com o pessoal do Projeto English Summer Camp

Na tarde de hoje (07), acompanhei os alunos do "PROJETO ENGLISH SUMMER CAMP", numa trilha pelo Mirante da Torre, em Nova Campina.

VEJA NOSSO VÍDEO

Liderado pela professora Ivanete Landin e apoiado pela prefeitura Municipal e também pelas escolas Simpliciano Campolim de Almeida e Ary Antunes de Moura, o projeto é um trabalho em que há uma grande participação do Grêmio Revolucionários.