Juliano Camargo vai ao gabinete do prefeito, é recebido e numera solicitações de moradores do Barreiro e outros bairros.



Além de Juliano, prefeito também recebeu Henrique do Carmo, Valmir Camargo, Silvio Camargo e Eulália da Silva Pedro.

Reunião foi produtiva e trouxe respostas do prefeito com relação às reivindicações da população. (foto 1)
Eliel recebeu os pedidos e com muita paciência e educação respondeu um a um.



O prefeito Eliel Cardoso recebeu na manhã desta quinta-feira ( 03), em seu gabinete, os cidadãos, Juliano Camargo, Henrique do Carmo, Valmir Camargo, Silvio Camargo e Eulália da Silva Pedro. O motivo da visita ao gabinete do prefeito, foi para conversar sobre questões envolvendo solicitações dos moradores do Barreiro.

Juliano, Sílvio, Henrique, Valmir e Eulália foram representar moradores do Barreiro e levaram ao prefeito Eliel Cardoso diversas reivindicações da população daquele bairro.
Casos muito conhecidos da população foram tratados na reunião. Vejam as reivindicações que Juliano, Sílvio, Henrique, Valmir e Eulália trouxeram ao gabinete e acompanhe o que disse o prefeito:

Internet no Barreiro (Zona Rural)
Em 30 dias estará pronto o serviço
Sobre a Internet na zona rural, o prefeito explicou toda a parte técnica que envolve o processo de instalação e liberação de sinal. Citou que as Torres necessárias para transmitir o sinal nos bairros do Braganceiro, Itaoca e Barreiro, já estão prontas. Segundo Eliel, amanhã (04) será realizada a licitação e em trinta dias, o serviço estará realizado. O valor é de aproximadamente 20 a 21 mil reais.


Lajotas na Rua Teófila e no Saramandaia
Eliel afirmou que as lajotas serão instaladas na Rua Teófila Jovina e também no bairro Saramandaia. Citou que este serviço só depende da finalização dos trabalhos da Sabesp no bairro. Eliel garantiu que o serviço vai sair ainda este ano.
Sabesp: Uma difícil luta
Sobre a Sabesp, o prefeito disse aos representantes que está no aguardo para que a empresa finalize os 8.500 metros de rede de água, o que segundo ele, é a medida entre barreiro e Saramandaia. Eliel falou que 5.000 metros de rede já estão feitos.
Eliel afirmou que está sempre em negociação com a empresa para que os serviços do barreiro sejam apressados. Disse que ontem (02) esteve em Itapetininga, onde falou com a superintendência da Sabesp. A prefeitura está cobrando para que os serviços no barreiro sejam concluídos o mais rápido possível.
Escola no Barreiro
A nova escola será construída e até dezembro de 2011 terá que estar pronta. Estas são informações dadas pelo próprio prefeito. Segundo ele, a prefeitura ainda não começou, devido fato de estar negociando o valor da área de aproximadamente 3 mil metros quadrados para abrigar a escola. A escola será construída na vila Alto Barreiro, ao lado da rodovia, se tudo der certo. Há apenas o impasse quanto à negociação do terreno.
No prédio atual, Eliel afirmou que a prefeitura fará uma manutenção.
Iluminação Pública em ruas do Barreiro.
Conhecido por toda população, as ruas Nelson M. de Oliveira, final da Francisco Menino de Jesus, Sergio Lindolm Camargo e um trecho da Hogue Flávio Camargo, estão sem iluminação.
Este serviço, segundo o prefeito exige um orçamento e que custa para prefeitura. Eliel disse que cada poste pode sair em torno de aproximadamente R$ 500,0. O prefeito disse que na cidade também existem alguns pontos que exigem este serviço. Itaoca também necessita.
Para realizar este trabalho, o prefeito Eliel afirmou que o diretor do Departamento de Obras, Cícero Rezende, já está cotando o serviço, mas que ainda precisa aguardar que e Elektro aprove o projeto e isso ainda é um pouco demorado. Eliel afirmou que estes casos de iluminação tabe serão resolvidos.
Telefone no Bairro Taquari
Com relação a esta solicitação dos moradores do Taquari, Eliel disse que já tentou e não houve possibilidades, pois o bairro ainda não comporta o número de moradores e de residências exigidas pela Telefônica para que se instale o orelhão.
Água na Maranata
“Prometi e vou resolver o problema”, disse Eliel. Nem precisou ser questionado e o prefeito citou a Juliano Camargo, sobre o problema da Associação Maranata. Eliel afirmou que um funcionário está vendo mais uma possibilidade de que a água seja distribuída com a roda d´agua e caso não seja possível de fato, disse que vai ver a possibilidade de instalar um bomba elétrica . A instalação segundo o prefeito custará aproximadamente de 20 mil reais.
Outros problemas também foram citados na reunião.

Postagens mais visitadas deste blog

Nova Campina, Itapeva e Bom Sucesso de Itararé numa rápida passagem

Bike nos mirantes de Nova Campina

Trilha familiar