Bolsista Fait : Vitória Liminar garante Beneficio


Nós nunca deixamos de acreditar.

Em nenhum momento nos passou pela cabeça que o mal pudesse vencer o bem. Que as injustiças praticadas por certas pessoas maldosas viessem a prevalecer sobre aqueles que lutam por aquilo que acreditam e que é o seu direito.

Que tipo de sentimento humanitário pode haver em uma administração municipal que corta a Bolsa de Estudos de uma cidadã e estudante no ultimo ano de seu curso superior?

E se não bastasse nega o beneficio de maneira discriminatória e sem motivo justo para tanto. É a seleção natural praticada à moda Eliel Santiago e Luis Tassinari: “... ajoelhem-se ou então sofram as conseqüências”.

Mas graças ao bom Deus este tipo de opressão não tem seus alicerces fincados sobre a rocha, muito menos é permanente. Por fundarem suas arbitrariedades sobre as areias não se sustentam quando confrontados. 

Os senhores autoritários e donos do poder praticam suas iniqüidades apenas contra quem não pode enfrentá-los em um primeiro momento de igual para igual, mas quando se vêem frente a um poder equivalente ou maior que o seu; secam como a figueira que não produzia frutos.     

E foi isso que à Agente de Saúde Simone Cristina conseguiu realizar através do Processo Cível 270.01.2011.000274-5, Comarca de Itapeva, onde a Justiça reconheceu que o seu direito a Bolsa de Estudos seja imediatamente restabelecido.

Quem acompanha o Blog sabe da luta dessa cidadã. Sabe de todos os contratempos que enfrentou e sabe também o quanto tal beneficio lhe faria falta caso não viesse a ser restabelecido.  

Repetimos: Nós sempre acreditamos porque sabíamos que ela estava amparada em farta documentação e que suas alegações eram justas.

Ademais os motivos alegados por seus perseguidores encastelados na Prefeitura Municipal de Nova Campina não passavam de balelas travestidas de abuso de poder e nítida perseguição política visando unicamente prejudicá-la.   

Giovanna Toledo por mais de uma vez a esnobou, Eliana Santiago irmã do prefeito não lhe deu ouvidos e o próprio prefeito Eliel Santiago deixou os bons modos de lado quando ela lhe procurou em seu gabinete no prédio do Lar Dona Cândida.

E muitos outros por ai que se dizem democráticos e imparciais também lhe fecharam às portas recusando-se a mostrar seus argumentos ao grande público de Nova Campina. 

O que mais nos espantava era ver pessoas sem nenhuma qualificação técnica para tanto investir-se em funções completamente estranhas a sua ocupação e contrariar Laudos, Pareceres e Atestados médicos com a maior naturalidade e no intuito único de tirar a Bolsa de Estudos da Agente de Saúde.  

Em sábia e intocável Decisão Liminar, proferida nos autos do Procedimento Ordinário270.01.2011.000274-5, 1º Vara Cível da Comarca de Itapeva, restou decidido que Simone Cristina da Silva deve matricular-se no ultimo período do Curso de Pedagogia na FAIT e deve ter seu DIREITO A BOLSA DE ESTUDOS imediatamente restabelecido.

Consignado, ainda na Decisão, está que Simone apresentou problemas de saúde ao desenvolver atividades extracurriculares atestados por profissionais médicos o que gera a presunção imediata que estes não são voluntários.

Giovana, Eliana, Eliel, Tassinari, entre outros ignoraram este “detalhe” e foram além negaram até mesmo a veracidade das informações documentadas que a bolsista lhes apresentou enquanto lutava com todas suas forças para não perder seu beneficio.   

Parabéns a Simone Cristina que ela consiga continuar seus estudos tranquilamente, livrar-se daqueles que a oprimem e que concluindo o curso tenha um futuro profissional brilhante pela frente.