13 setembro 2010

QUEREMOS ÁGUA POTÁVEL COM QUALIDADE

Moradores da Associação Maranata clamam por Socorro! Resolução do problema é prioridade para moradores. Um problema sério e que já há 8 anos vem afetando diretamente a saúde e o dia a dia da vida dos moradores da Associação Maranata em Nova Campina é a questão água. Conforme observado “in loco” pelo professor Juliano Camargo e Fabiano Muzel, na tarde do dia 13 de setembro (segunda-feira), a situação é precária. Entenda o caso:
ÁGUA INADEQUADA PARA O USO “Ouvi as declarações de uma das moradoras. A situação realmente é um pouco delicada. Não existe possibilidade de ter qualidade de vida com a qualidade da água que os moradores da Associação Maranata estão utilizando para seus afazeres”, disse Juliano Camargo. Segundo moradores, tarefas simples como uma lavagem de roupas e louças se torna algo totalmente constrangedor. “A água é totalmente suja”, afirma uma moradora que não quis se identificar.
QUESTÃO DE SAÚDE PÚBLICA Outro fator importante e que deve ser levado em consideração e tratado de forma séria pelas autoridades competentes é de que a ÁGUA SUJA que os moradores estão utilizando pode causar doenças sérias.

DECLARAÇÃO SÉRIA Juliano também informou um problema sério de saúde e detectado por um médico, tempos atrás, constatou que a presença de sujeira na água bebida pelos moradores causou num deles, problemas sérios de saúde. As informações de Juliano podem ser comprovadas por meio de uma simples visita no local. A fonte dessa informação, segundo Juliano preferiu não identificar-se.
O QUE OS MORADORES QUEREM
Segundo os moradores a solução para o sério problema seria a construção de um poço artesiano e uma bomba de sucção.
PETIÇÃO AS AUTORIDADES Os moradores pedem que o problema seja visto com carinho pelos Departamentos de Saúde da prefeitura, Departamento de Obras e Serviços e, principalmente que os vereadores também ajudem no sentido de resolver essa questão. “Informo que nossa visita no local se deu por intermédio do Fabiano que conhece a realidade vivenciada pelos moradores. Nossa intenção é de traves do Jornal Tribuna de Nova Campina e do meu blog, que sempre nos dá esse espaço, para que se torne de conhecimento das autoridades e da população a gravidade do assunto. Não queremos críticas com relação a nossa postura, (a minha e a do Fabiano), mas apenas uma posição das autoridades. Conheço o prefeito Eliel o suficiente para afirmar que ele irá resolver o problema.” desabafou Juliano Camargo.
“Se Deus permitir estaremos aqui nessas mesmas páginas noticiando a resolução do problema”, finalizou.
No bairro residem aproximadamente 40 pessoas distribuídas entre 10 lares. Os moradores convivem com o problema construindo pequenos poços e se virando como podem.
As fotos acima mostram alguns locais de onde os moradores retiram a água.Exceto a primeira, que mostra um local aintigo.